jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022

Depressão e o direito a benefícios previdenciários

NDM Advogados, Advogado
Publicado por NDM Advogados
há 6 anos

A depressão é um distúrbio que acompanha a humanidade ao longo do tempo. No sentido patológico, há a presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si.

Além disso, há perda de energia, falta de vontade para realizar atividades que davam prazer e cansaço constante. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

Todos esses sintomas afetam diretamente a capacidade laborativa da pessoa, diminuindo consideravelmente a produtividade, incapacitando-o para o trabalho.

A depressão pode ter como origem o ambiente de trabalho onde o empregado é submetido a pressões excessivas, cobranças de metas impossíveis e perseguições dos seus empregadores ou dos próprios colegas de trabalho.

Quando o trabalhador é diagnosticado com depressão, desde que seu quadro clínico seja grave e o impossibilite de realizar suas atividades cotidianas, torna-se viável o afastamento do trabalho para recebimento de benefício por incapacidade decorrente da sua atividade profissional, bem como é possível pleitear indenização na Justiça do Trabalho quando a doença é desenvolvida por conta de alguma irregularidade na atitude do empregador ou no ambiente do trabalho.

Qualquer doença, seja profissional ou sem relação com o emprego, que incapacite o segurado para o trabalho, gera direito aos benefícios de auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, após 15 dias de afastamento.

O que define se o benefício concedido será auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez é o tempo que o segurado será portador da doença. Se a incapacidade constatada pelo médico é temporária e tem chances de recuperação, o benefício será o auxílio-doença. Já nos casos de incapacidade permanente, o benefício indicado será a aposentadoria por invalidez.

A comprovação se dá por meio de laudos e exames médicos, corroborados com a perícia feita no INSS, momento em que o segurado é avaliado pessoalmente pelos médicos peritos.

Ocorre que o decreto nº 8.691/16 trouxe alterações no que tange à comprovação da incapacidade. Quando a incapacidade ultrapassar quinze dias consecutivos, o segurado será encaminhado à perícia médica do INSS, que o submeterá à avaliação pericial por profissional médico integrante de seus quadros ou, por órgãos e entidades públicos que integrem o Sistema Único de Saúde – SUS, ressalvados os casos em que for admitido o reconhecimento da incapacidade pela recepção da documentação médica do segurado.

Note-se que essa mudança não é destinada a todos os tipos de segurados, uma vez que nos casos de prorrogação do benefício, para a documentação médica ser suficiente para que o benefício seja prorrogado, o segurado deve ser empregado.

Assim, apesar de subestimada pelos empregadores e até mesmo pelo INSS, a depressão também é causadora de incapacidade para o trabalho, gerando direito ao auxílio-doença e até mesmo aposentadoria por invalidez se desencadear outros distúrbios que impossibilite a realização de qualquer atividade laboral.

É claro que cada caso deve ser individualizado e analisado de acordo com suas peculiaridades por um especialista no assunto, a fim de que o segurado faça jus àquilo que lhe é de direito.


Por Benny Willian Maganha

Fonte: http://ndmadvogados.com.br/depressaoeo-direitoabeneficios-previdenciarios-auxilio-doenca-aposent...

Facebook: www.facebook.com/ndmadv

Informações relacionadas

Petição Inicial - TJSP - Ação Declaratória de Inexistência de Multa Contratual C.C. Obrigação - Procedimento Comum Cível

Petição Inicial - Ação Prestação de Serviços

Jéssika Pires Quadrado Fernandes, Advogado
Modelosano passado

{Modelo} Ação declaratória de inexistência de débito c/c pedido de repetição de indébito, indenização por danos morais e pedido de tutela antecipada

Rafael Rossignolli De Lamano, Advogado
Artigoshá 3 anos

Quem tem depressão, tem direito ao auxílio-doença?

Vagner Luis B Cerqueira, Bacharel em Direito
Modeloshá 4 anos

Pet. inicial - Aposentadoria por invalidez ou auxílio-doença - Concessão de benefício ao segurado com depressão.

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Ola estou com quadro de depresao e o inss só me consedeu 1 mes. Estou em tratamento medicamentoso e fui afastado 2 meses para tratamento o que devo fazer continuar lendo

Eu desenvolvi depressão no ambiente de trabalho, a Escola, creio. Tenho sido constantemente afastado,mas não consigo appsentadoria por invalidez. continuar lendo

Se eu tenho dois vínculos em carteira empresas diferentes eu recebo dos dois? continuar lendo

Tenho problema de ansiedade generalizada arritmia cardíaca depressão com sintomas grave psicóticos e o inss me negou o beneficio continuar lendo